Das pazes na cama…

.

Em briga de Marido e Mulher ninguém mete a colher ? :)

Nem o prato nem o copo a caneca ou a garrafa ?

Mas diz, põe de uma vez para fora o que te incomoda !


Como podes pensar isso de mim ?! Estou tão farta !



Sim, foi a comprar esse vestido que gastei a tarde toda:




Korror ! Destruíste-o ! Agora não tenho nada para vestir !



Não passas de um egoísta, só te amas a ti mesmo !



És tal e qual o vaidoso do teu pai !



E tens que contar à tua mãe tudo o que acontece connosco ?


Estou cansada destas discussões, já não quero sair



Tens alguma sugestão melhor para fazer agora ?


(Fourteen Actors Acting –The New York Times)

Anúncios

~ por BrancaINPura em 12/12/2010.

3 Respostas to “Das pazes na cama…”

  1. Por vezes “um pouco de drama” é necessário na vida dum casal. E não tanto por ser drama mas sim porque este implica emoções mt fortes e qd as relações caem na monotonia (no não sentir nada no limitarem-se apenas a existir) o drama funciona como um tempero. Como um abanão! faz falta!

    Mt interessante a tua escolha dos vídeos e ficou mt bem intercalada com as frases.
    Adoro preto e branco! seja em imagem seja em foto. Adoro simplesmente!
    Todos eles têm o seu quê, todos eles estão mt bons, basta serem os actores que são, mas os meus favoritos foram:
    Javier Bardam
    Jesse Eisenberg
    Natalie Portman
    Michael Douglas

    Adorei terem metido música sobre as vozes. O espectador ao ver apenas as expressões e a linguagem corporal percebe e apercebe-se de várias coisas. Uma delas é como as palavras dos outros mexem tanto connosco. Como podemos começar tão bem uma conversa e por algo que é dito, acabar tao mal?! como no exemplo da conversa telefónica da Lesley Manville.

    Fez-me pensar e divagar… gostei mt Branca!

    Sylvie.

    • É muito bom quando alguém traz um ponto de vista diferente e nos “obriga” a olhar para as coisas de outra maneira… adoro ! :)
      Realmente o drama faz falta, e se não houver a gente inventa !
      (não há melhor drama que esse, inventado a partir da cumplicidade do casal, quando a briga é já uma brincadeira, quando a guerra dos sexos se faz entre 4 paredes e os “inimigos” já sabem como e quando se fará a paz… ;)

      Drama a mais, isso cansa, esgota ! Tudo…

      É engraçado, também gostei dos vídeos mais “contidos” quando o actor passa muitas emoções só com o olhar e/ou a expressão.
      Excepção feita ao Javier, que está simplesmente perfeito naquela explosão ! :)

      Tens razão, o facto de serem a preto e branco e com música em vez do som original, deu-lhes outra intensidade. Falas de como as palavras nos afectam (como bem observaste, no da Lesley Manville) e eu lembrei-me de como as palavras às vezes são “surdas”, como no do Matt Damon em que a expressão corporal já diz tudo, já dói…

      Gostei muito do teu comentário Sylvie, enriqueceu o post, obrigado.

  2. […] New York Times […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: